SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL E GOVERNANÇA
IMPRENSA
 
Voltar
Anterior
Próximo
24.07.2020 - 08:45 | Por Luiz Queiroz
TI
PRODERJ faz balanço positivo do trabalho remoto realizado durante a quarentena

O home office durante a pandemia de Covid-19 tem sido uma boa experiência para os servidores do PRODERJ. Logo no início da quarentena, o presidente da autarquia, Mauro Farias, determinou que fosse disponibilizado, em caráter de urgência, uma infraestrutura de rede virtual (VPN) que atendesse à determinação de trabalho remoto de diversas secretarias e órgãos estaduais. A VPN garante a segurança das informações trafegadas pela internet e a continuidade da prestação de serviços públicos.

 

Com toda essa segurança, as equipes das diversas áreas do PRODERJ puderam trabalhar com mais tranquilidade para oferecer serviços e soluções às secretarias e órgãos estaduais, principalmente para auxiliar no enfrentamento ao novo coronavírus.

 

Combate ao coronavírus

 

Desde o início do isolamento social no Estado do Rio de Janeiro, em meados de março, o PRODERJ vem trabalhando de forma coordenada com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e o Gabinete de Crise de Enfrentamento do Coronavírus para oferecer ferramentas e serviços que ajudem na prevenção à doença.

 

Visando combater a divulgação de fake news, o Governo do Estado colocou no ar no dia 16 de março um hotsite (www.coronavirus.rj.gov.br/) com informações sobre o enfrentamento à doença em todo o Rio de Janeiro, além de serviços e orientações sobre prevenção e sintomas. Nele o internauta pode tirar dúvidas sobre a Covid-19 e acessar boletins diários com números da doença, além de materiais informativos para profissionais de saúde e de campanhas de conscientização, que podem ser baixados e compartilhados nas redes sociais. O hotsite foi desenvolvido pela Secretaria de Saúde com o apoio técnico do PRODERJ.

 

Em outra ação importante que contou com a parceria do PRODERJ, o Governo do Estado lançou, no dia 23 de março, o serviço de central telefônica para atendimento sobre a Covid-19. Pelo número 160, a população pôde tirar dúvidas sobre sintomas e sobre o momento certo de buscar uma unidade de saúde. O serviço, gratuito, funcionou 24h por dia, sete dias por semana. O objetivo foi evitar que pacientes sem sinais de contaminação ou sem sintomas graves saíssem de casa, se expondo ao vírus e lotando as unidades de saúde.

 

Vale destacar também a ação conjunta do Gabinete de Crise de Enfrentamento do Coronavírus que possibilitou à Secretaria de Estado de Saúde abrir vagas para candidatura de profissionais de saúde como voluntários na assistência de pacientes com o vírus. Médicos, profissionais e estudantes da área da saúde puderam se inscrever em um site da SES desenvolvido em parceria com o PRODERJ (www.voluntarioscoronavirus.rj.gov.br). Os voluntários reforçaram as equipes das unidades de atendimento em todo o Estado. Mais de 27 mil profissionais se inscreveram.

 

Além disso, o Governo do Estado do Rio de Janeiro, em uma ação liderada pelo PRODERJ junto às operadoras de telefonia móvel, disponibilizou, de forma gratuita, o envio de informações via SMS para auxiliar no combate ao coronavírus. Canais oficiais como a Central de Atendimento 160 foram divulgados através dessa ferramenta, o que permitiu uma comunicação direta com a população fluminense.



Parceria com a SETRANS

 

Com relação à mobilidade pública, o PRODERJ desenvolveu em caráter de urgência um sistema que permite aos gestores da Secretaria de Estado de Transportes (SETRANS) monitorar e avaliar o comportamento dos passageiros em cada um dos modais que atendem à Região Metropolitana do Estado do Rio de Janeiro.

 

Batizada de SETRANS Covid, a ferramenta disponibiliza 11 novos painéis com informações constantemente atualizadas. O PRODERJ recebe a massa de dados das transações de bilhetagem eletrônica das concessionárias dos diferentes modais (Trens, Ônibus, Metrô, Barcas, VLT, BRT e Vans) e com ela viabiliza esse grande relatório do transporte público da Região Metropolitana. Outro painel registra as informações do Bilhete Único.

 

A equipe da Gerência de Inteligência de Informação (GII) do PRODERJ foi a responsável pelo desenvolvimento do sistema e contou com o trabalho árduo de seus técnicos para conseguir disponibilizar a solução em menos de 15 dias. A ferramenta auxilia e dá embasamento aos gestores da SETRANS na tomada de decisões sobre a mobilidade pública.

 

Atende.rj

 

Com o objetivo de tornar a gestão operacional mais eficiente, gerando diversos benefícios como mais agilidade, possibilidade de categorização, segurança e melhor suporte ao usuário, aumentando a produtividade e gerando relatórios de todas as atividades realizadas, o PRODERJ implantou e disponibilizou internamente, desde o início de junho, a ferramenta de service desk Atende.rj (atende.rj.gov.br).

 

A solução é baseada no GLPI, plataforma web open-source de gerencimento de serviços de TI, que ajuda a categorizar, gerenciar e solucionar chamados rapidamente, utilizando metodologias modernas ligadas ao Help Desk e ao Service Desk. Servidores de diversas áreas da autarquia já realizaram treinamento para o uso da ferramenta.

 

Através do Atende.RJ, será possível, por exemplo, definir as prioridades, gerenciar os atendimentos, organizar as solicitações, além de proporcionar a abertura de chamados automáticos para demandas como queda de links, indisponibilidade de servidores e serviços. Portanto, a ferramenta possibilita o melhor gerenciamento dos ativos e serviços que estejam sob a responsabilidade da autarquia. Os clientes com contrato com o PRODERJ, na próxima fase da implantação, poderão abrir solicitações diretamente através da solução.

 

Nova rede corporativa

 

Com foco na otimização dos serviços prestados e na redução dos gastos públicos, o PRODERJ está preparando o projeto de uma nova rede corporativa, denominada Infovia 3.0, para atender ao Governo do Estado. O Infovia 3.0 permitirá a utilização de novas tecnologias, como a telefonia IP, mais conhecida como VoIP (Voice over IP), onde a ideia é substituir os contratos de telefonia fixa, tornando este serviço parte do contrato de links.

 

O novo contrato contará com uma redução significativa no seu valor em comparação ao anterior, em virtude de uma determinação do Presidente do PRODERJ, Mauro Farias, para que fosse realizado um importante trabalho de gestão em relação ao contrato. Principalmente em virtude do cenário de pandemia, houve uma redução drástica na utilização por conta do funcionamento dos órgãos e secretarias em regime de home office, e também, pela imprecisa perspectiva de retorno aos trabalhos presenciais, o que possivelmente manterá em níveis baixos esse consumo dos links pelos usuários.

 

Parceria com a ZOOM

 

Uma parceria entre o PRODERJ e a ZOOM, empresa norte-americana de serviços de conferência remota, viabilizou 25 mil acessos gratuitos às audiências públicas online para apresentação e debate da proposta de nova modelagem para universalização dos serviços públicos de captação, abastecimento e tratamento de água e captação, tratamento e destinação final de esgotos sanitários em 64 municípios do Estado do Rio de Janeiro. Foram realizadas três audiências de forma virtual, através da plataforma ZOOM, assegurando o direito à manifestação aos interessados.

 

Atendendo a uma solicitação do Governo do Estado, o PRODERJ ficou responsável por analisar e indicar a melhor solução para conferências online dentre as disponíveis no mercado. Após muitas conversas com empresas do setor, a Vice-Presidência de Tecnologia (VPT) da autarquia chegou a um acordo com a ZOOM. A operação não teve nenhum custo para o Governo do Estado.

 

Projetos em andamento

 

Desde o início da pandemia, a Diretoria de Sistemas e Soluções (DSS) foi demandada por diversas secretarias e órgãos estaduais com as mais variadas necessidades de serviços e ferramentas. Entre essas demandas está um projeto que vem sendo desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SEAPA) e que tem previsão de entrega para o final de julho.

 

Trata-se de um portal para o controle da vacinação de rebanhos. Esse portal contará com dois formulários que irão permitir que os pecuaristas façam seus registros de vacinação e enviem para a Secretaria com o objetivo de garantir a segurança para a exportação do rebanho fluminense. Essa é uma forma de viabilizar o acesso ao sistema pelos pecuaristas do interior sem a necessidade de deslocamentos, o que é fundamental nesse momento de pandemia, além de evitar um impacto financeiro na receita do Estado.

 

Feedback positivo

 

Durante essa quarentena, o Presidente do PRODERJ, Mauro Farias, participou de diversos encontros online com as equipes e fez questão de perguntar a cada um dos servidores como estavam lidando com o home office, as dificuldades enfrentadas, como avaliavam sua produtividade, além da opinião sobre uma possível transição para um modelo híbrido de trabalho, com alguns dias no escritório e outros em casa.

 

O Presidente do PRODERJ recebeu um feedback bastante positivo dos servidores, que, em sua maioria, relataram a manutenção ou até mesmo um aumento na eficiência e na produtividade com o trabalho remoto.

 

“É um bom momento para as Diretorias e Gerências pensarem nisso e começarem a se adaptar ao home office. A tendência aponta para um sistema híbrido, com parte do trabalho sendo realizado de forma remota. Precisamos revisar todos os nossos processos e identificar o que pode ser melhorado. Temos que pensar e projetar a construção de novos cenários. Novos tempos estão vindo e temos que nos adaptar para não ficarmos para trás. Estou à disposição dos servidores e acredito que o PRODERJ pode ser o pioneiro no Estado nesse processo de adaptação a um novo paradigma do mercado de trabalho”, finalizou Mauro Farias.

Anterior
Próximo

Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados